jusbrasil.com.br
11 de Dezembro de 2017
    Adicione tópicos

    Defensora Pública garante colação de grau para acadêmica de enfermagem

    Defensoria Pública de Mato Grosso
    há 2 meses

    A Defensora Pública Shalimar Bencice e Silva, que atua na comarca de Tangará da Serra, alcançou, por mandado de segurança, a colação de grau de uma estudante de enfermagem da Universidade Estadual de Mato Grosso após irregularidades em sua participação no Enade 2016.

    De acordo com a Defensora, a assistida, apesar de manter um histórico escolar apto a receber o título de graduação, foi comunicada pela coordenação do curso que estaria impedida de participar da colação de grau de sua turma.

    Após procurar o Núcleo da Defensoria Pública em Tangará da Serra, a estudante informou que o que aconteceu foi um erro em seu código de avaliação do INEP, o que não possibilitou a informação de sua convocação para a realização da prova, além de não ter recebido qualquer suporte junto à Universidade, pois os servidores estavam em greve.

    Impetrado o mandado de segurança, o juiz Marcos Terêncio Agostinho Pires concedeu os pedidos iniciais, justificando que pela Universidade não ter adotado as providências necessárias para que a estudante tivesse conhecimento da data do exame, como notificação por email ou carta à imprensa, não poderia puní-la.

    Paulo Radamés
    Assessoria de Imprensa

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)